Palavras nem sempre machucam…

Muitas vezes as palavras machucam… quem ouve… quem as engole…
Quem ouve palavras palavras que machucam, às vezes levam anos para superar… e as vezes não superam…
Quem guarda palavras pra si, toma veneno e espera que a outra pessoa morra lentamente…
Porém nem sempre palavras machucam e nem sempre elas precisam ser ditas.
A cada dia que passa me indigno mais com as pessoas pelas “redes sociais” afora. A cada dia é lançada uma campanha nova contra uma coisa e; ao mesmo tempo que não consigo entender como ainda existem pessoas escrotas e preconceituosas, fico chocada com o número de pessoas que são a favor e querem proteger certo ideal, mas acabam sendo piores que os próprios preconceituosos.
Talvez por isso o mundo esteja mesmo próximo de seu fim. Não será necessário a criação de inteligência artificial e que eles se revoltem e acabem com a humanidade, ela mesma será capaz de se extinguir sozinha. É um bandido que mata e a própria população faz o trabalho sujo. É revoltante? É!! Mas não acho que “olho por olho, dente por dente” seja a solução.
E o que muito vejo são coisas banais tomando rumos e percussões fora do normal. Não sei se é porque não costumo dar minha opinião em quase nada, sendo contra ou a favor, sempre fico na minha apenas “vendo o circo pegar fogo”… mas é lastimável ver gente criando caso por tão pouco…
Enfim… só queria que mais pessoas soubessem que nem sempre você precisa dar sua opinião ou brigar por algum ideal. Nem sempre você precisa fazer um barraco porque existe alguém que não pensa igual a você. Saiba que nesses casos, guardar a sua opinião pra você, não vai te matar…
Penso eu que se o mundo tivesse menos dessas pessoas, talvez seria um lugar um tico melhor…

 

 

Por: Gaby Vieira

Share

Comments HDM

Comentários

Gaby Vieira

Fotografia é minha profissão e minha paixão, para qualquer lugar que eu vá minha câmera sempre vai comigo. Amante do bom e velho rock 'n' roll e uma cerveja gelada na praça da esquina com as amigos e papos aleatórios, também sou viciada em filmes e seriados. E já fui a tia da merenda por quase 2 anos em uma escola. Experiência na qual nunca mais quero passar...