Like 4 Like

IMG_0495

Hoje em dia todo mundo quer ser reconhecido… Nem que seja em um lugar onde tudo é mais ou menos igual ao banco imobiliário; onde você é milionário, mas de nada vale na vida real.

Pois sim, estou falando das redes sociais… Existem muitos blogger, vloggers e tantos outros “ggers” na internet que se fosse citá-los, esse post seria no mínimo, enorme. Todos reconhecidos e com milhares de seguidores e fãs, pessoas antenadas com a tecnologia, que procuram por um assunto específico no qual se encaixem acabam encontrando esses “ggers” que falam/pensam/fazem/agem do mesmo jeito que fã procura.

Até aí tudo bem, o problema são as pessoas que procuram na internet seus “5 minutos” de fama, porque venhamos e convenhamos, a vida acontece/passa em um piscar de olhos, e a cada segundo é uma enxurrada de pessoas postando textos, vídeos e fotos então para se dar conta de tanta informação que nos é enfiada goela abaixo, 5 minutos já bastam.

Porém o que realmente assusta são essas correntes de like4like, curte que eu curto de volta, mas o que realmente me chamou atenção esta semana: Curte que eu mando fotos…

FullSizeRender

Esse foi apenas um dos inúmeros posts que vi, e também o de linguajar menos esdruxulo… apesar da moça em si (que eu creio que seja fake) estar sedenta por curtidas, resolvi preservar o pouco de dignidade que ela possivelmente deva ter.

E aí vem a pergunta: Pra quê mesmo?

Ponto número um: Digamos que ela seja fake e talvez seja até um homem… Qual a lógica de se dar ao trabalho de fazer um perfil falso para ficar pedindo curtidas em fotos?

Ponto número dois: Se essa moça realmente for real… Qual a lógica de se sujeitar a isso para ganhar curtidas? Por acaso o Facebook anda pagando para as pessoas mais famosas? Tipo aquelas correntes de ajuda que todo mundo se comove e compartilha, pedindo que você também compartilhe, pois a cada compartilhamento o Facebook vai pagar 0,10 e ajudar a salvar a vida daquela pobre criança no Sul da África.

Ponto número três: Os comentários, de gostosa, realmente curtindo e passando, para que todos vejam, o número do telefone para ter a tal conversa bem gostosa, receber mais fotos… Desde os “n0vinh0s zYkAh” até fotos de perfil de homens de idade, com aparentemente filhos e esposa na fotos de capa…

Simplesmente não entendo. Por vários motivos. Um deles é não acreditar que aquilo sejam pessoas verdadeiras, depois por realmente não entender qual é a graça de procurar esse tipo de ”pornografia” sendo que para isso a internet tem um verdadeiro banquete a disposição. Casadas, novinhas, vazou na net e até mesmo as que gostam de se exibir, mas que o fazem em sites apropriados para o conteúdo.

E voltando ao “assunto”, porque tantas meninas se sujeitam a isso apenas por uma simples curtida… baixa auto-estima? Falta de … (você sabe o que)… falta de amor próprio…

O Facebook que se tornou uma gigantesca rede social, que está aí para ser usada para promover coisas legais e o povo se preocupando em ter curtidas, sendo que na vida real não conhece nenhum…

Como diz o ditado: É de se pensar…

Conta aí, o que você acha sobre isso?

Share

Comments HDM

Comentários

Gaby Vieira

Fotografia é minha profissão e minha paixão, para qualquer lugar que eu vá minha câmera sempre vai comigo. Amante do bom e velho rock 'n' roll e uma cerveja gelada na praça da esquina com as amigos e papos aleatórios, também sou viciada em filmes e seriados. E já fui a tia da merenda por quase 2 anos em uma escola. Experiência na qual nunca mais quero passar...