Henry Cavill teve que fazer audição para viver Geralt

O ator acabou sendo contratado para o papel, mas a showrunner Lauren Hissrich explicou para o site io9 que não foi tão fácil assim para Cavill.

Assim que a Netflix anunciou uma série baseada em The WitcherHenry Cavill demonstrou interesse em interpretar o protagonista Geralt de Rívia, uma vez que é um grande fã da franquia

Mesmo com o próprio Superman contatando a Netflix para tentar conseguir o papel, foram conduzidas audições com outros 207 atores. Isso porque Hissrich não tinha certeza se Cavill era a escolha certa.

Eu acho que, quando se trata da escolha do elenco, você precisa ver de tudo para saber que vai fazer a escolha certa. Eu sabia que o Henry [Cavill] queria participar da série, mas isso não significava que ele necessariamente fosse a pessoa certa. Então eu conheci todos os outros que também pensaram que eles eram a pessoa certa. Fizemos ótimas audições, mas sinceramente eu não conseguia tirar a voz de Henry da minha cabeça quando comecei a escrever e, por fim, liguei para ele e perguntei se ele ainda estava interessado. Ele respondeu: “Absolutamente. O que eu preciso fazer?”. E expliquei que precisava ouvir uma audição dele. Então nós dois fomos para Nova York e basicamente fizemos uma audição. Depois disso, ele foi contratado.

O cineasta Alik Sakharov, conhecido por dirigir vários episódios de Game of Thrones e The Americans, vai comandar alguns dos episódios da série baseada em The Witcher.

Já o elenco da produção da Netflix é composto por Henry Cavill (Homem de Aço) como Geralt, Freya Allan (Into the Badlands) como Ciri e Anya Chalotra (Wanderlust) interpretará a feiticeira Yennefer. Entre os coadjuvantes temos: Jodhi May (Game of Thrones) como a Rainha Calanthe; Bjorn Hlynur Haraldsson (Fortitude) como Adam Levy (Knightfall) interpretando o druida Mousesack; MyAnna Buring (Downton Abbey) dando vida a Tissaya; por fim, Millie Brady (Rei Arthur) será a princesa Renfri.

 

Share

Comments HDM

Comentários

Andre Sousa

André Sousa, Cearense, 31 anos, pseudo intelectual de rede social, inteligentemente gaiato e consumidor moderado de drogas lícitas.