E se pudéssemos apagar nossas lembranças?

Diante a dor da perda, quantos de nós desejaríamos dormir, e ao acordar não se lembrar de mais nada?

Ah… A dor de um amor não correspondido… A dor de um coração partido…
Tudo muito poético, que da inspiração aos mais melancólicos textos e as mais lindas melodias de amor…
Porém é tudo lindo na teoria, e principalmente quando não é com você que acontece; porque venhamos e convenhamos, não tem nada de romântico a dor de sentir que algo (que não existe) sendo arrancado de você.
As incontáveis noites em claro repassando tudo aquilo que talvez você pudesse ter feito diferente, as crises de choro em momentos e lugares que não deveriam acontecer.
Este é apenas mais um amor que vai… Mais um daqueles que você já está acostumada a passar, mais um daqueles que você sabe que ainda vai enfrentar, afinal essa é a vida.
Você sabe quando as coisas começam a desandar, mas mesmo assim resolve insistir mais um pouco, vai que dá… Mas não dá, e você perdeu a sua oportunidade de sair antes que o estrago fosse maior.
E aí vem aquele xororô. Primeiro você se culpa por ter se entregado assim, depois pensar onde errou, o que poderia ter feito diferente. Chora, sofre, grita… Depois tenta colocar a culpa no outro, só pra tentar amenizar a sua dor; às vezes funciona, às vezes não.

Brilho eterno 2
E aí num último momento de desespero para que todos aqueles sentimentos passem de vez, você se depara pensando na possibilidade de apagar aquela pessoa da sua vida. Seria realmente uma ótima ideia dormir com o coração partido e acordar novo em folha.
Como num passe de mágica tudo foi deletado e você se sente feliz novamente.
Porém será que realmente vale a pena apagar todos aqueles momentos felizes da sua vida?
Porque vamos combinar, se estamos sofrendo é por que em algum momento foi bom, e a dor, por mais devastadora que seja uma hora passa.
Mas e a lembrança da primeira vez que andaram de mãos dadas? De quando ele te disse “confia em mim” e você de olhos fechados se deixou levar para um lugar lindo, que você sempre vai se lembrar?

Já parou pra pensar que, hoje você é o que é devido a todas decepções que já passou? Que a cada nova decepção você aprendeu algo, você se fortaleceu para que num próximo saiba ver os sinais e evitar algo parecido? Será que vale a pena apagar tudo e correr o risco de sofrer tudo novamente, sendo que se essas memórias prevalecessem ali seria mais fácil de evitar, ou pelo menos mais fácil de se reerguer?

No fim, sofremos tanto que gastamos toda a nossa cota com os sentimentos ruins que apenas os melhores prevalecem… Porém neste momento o que eu mais gostaria é que ao amanhecer, tudo isso não passasse de um sonho…

joel-memory

Share

Comments HDM

Comentários

Gaby Vieira

Fotografia é minha profissão e minha paixão, para qualquer lugar que eu vá minha câmera sempre vai comigo. Amante do bom e velho rock 'n' roll e uma cerveja gelada na praça da esquina com as amigos e papos aleatórios, também sou viciada em filmes e seriados. E já fui a tia da merenda por quase 2 anos em uma escola. Experiência na qual nunca mais quero passar...