Brasil Game Jam – 1º dia

Começou ontem a primeira edição da BGC (Brasil Game Cup) que, dessa vez, está sendo realizada fora da BGS (Brasil Game Show). O lugar escolhido para acolher a nossa querida competição de e-Sports (esportes eletrônicos) foi a cidade maravilhosa do Rio de Janeiro e adivinhem só quem veio cobrir essa lindeza? Isso mesmo, eu, TheSweet_Lari em pessoa!

Nessa série de posts sobre a BGJ (Brasil Game Jam) estarei mostrando a vocês quais os desafios e como é a rotina dessas pessoas que saem de suas casas dispostas a ficarem, no mínimo, dois dias acordados com um único objetivo: desenvolver o jogo que mais agrade o público.

Antes de começar a contar sobre a BGJ e seus times deixa eu fazer uma breve explicação para você que está aí sem fazer a mínima ideia do que eu estou falando.

BGS é, atualmente, a maior feira de games da América Latina. Durante o evento você pode conferir todas as novidades que estão chegando às plataformas de jogos além dos vários campeonatos e atrações diversas. E é aí que entra a BGC, que foi o nome dado à área específica onde acontecem os campeonatos de e-Sports dentro da BGS.

Agora que você já sabe sobre o que estou falando podemos começar a falar sobre o que interessa aqui. A Brasil Game Jam. É assim que chamamos a maratona de desenvolvimento de jogos que acontece dentro da BGS e da BGC.

Uma Game Jam geralmente é formada por equipes de, no máximo, 3 pessoas. Nessa edição as 5 equipes participantes (GAMESCOLA, SIGMA, EVOBRAIN, GAMESYNC e ARRE) tem 48 horas para desenvolver um game com o tema Rio de Janeiro. Eu estarei acompanhando de perto como vai ser a rotina dos meninos durante esse desafio.

No primeiro dia do evento (07/04/2017) eu conversei com todas as equipes para conhecer quais são as ideias propostas e poder entender um pouco mais sobre quais as coisas mais difíceis para cada um em particular. A maioria das equipes já está bem acostumada com a rotina que se tem quando está participando de uma maratona como uma Game Jam (dormir pouco e ficar a maior parte do tempo colocando "a mão na massa"). Apenas a equipe GAMESCOLA tem dois integrantes que são "calouros" de Game Jam, mas isso não parece intimidar eles.

Todas as equipes se mostraram bem confiantes no que estão planejando desenvolver para apresentar no último dia do evento (que acontecerá no domingo – 09/04) e, só posso dizer que, as ideias de jogos são bem interessantes.

Para saber como os jogos evoluíram de ontem para cá e saber como anda o relacionamento das equipes não deixe de acompanhar as nossas redes sociais e fique ligado que amanhã terá mais informações sobre o 2º dia de BGJ por aqui 😉

Share

Comments HDM

Comentários

Larissa Abreu

Paulistana, garota gamer, vulgo TheSweet_Lari, inteligente e manjadora dos paranauês da internet.